24 .  SETEMBRO  .  2018

A afetividade transparece na mostra 2018 da CASA COR  —  aponta a cobertura da Folha de Pernambuco.     

Maria Mesquita assina a matéria:

‘ Dar uma conferida na CASA COR pode ser uma excelente pedida enquanto ela estiver em cartaz, até novembro. A mostra, que foi inaugurada há poucos dias, em Casa Forte, está em sua 21ª edição em Pernambuco e foi instalada na avenida 17 de Agosto, 1112, em um casarão tombado.

Datado dos anos 1930, o imóvel pertence à família do empresário João Santos, falecido em 2009. Situado numa área de 5.000 m², Impressiona pelas linhas imponentes e conta com 40 ambientes instalados, tanto internos como externos, além de projetos de paisagismo.

Enquanto alguns dos recintos são marcados pela ousadia arquitetônica e gadgets tecnológicos e interativos, uma das marcas mais emocionantes deste projeto são os espaços onde a afetividade transparece.

Isso pode ser sentido logo no primeiro ambiente da casa, a sala de estar proposta por Zezinho e Turíbio Santos.  ‘ Meu pai, José, nasceu nesta casa, em 1937, em cima deste recamier, porque não deu tempo da parteira chegar ‘, conta Zezinho à reportagem.

Esta foi a casa dos meus avós durante 40 anos, e depois que eles se mudaram para Boa Viagem, em 1975, ela passou a ser a casa de minha tia Rosália. Este espaço está repleto de memórias e imaginamos a sala como é a vida, uma lasanha que se superpõe. A intenção é mostrar a casa não como ela foi, mas como poderia ser se continuasse se movimentando, viva ‘, explica.

Vários elementos remetem à vivência familiar dos Santos: o piano de Lília, mãe de Zezinho; as fotos de Ana Cecília, irmã do arquiteto  —  que tem formação nos EUA e está expondo pela primeira vez no Recife  —  ; diversos objetos de estimação, como o quadro do pintor italiano Dario Mercatti, que fazia parte do acervo original da casa; e até a estampa floral aplicada no teto, que remete aos vestidos da avó, dona Cecé. ‘ Ainda existem roupas dela guardadas nos armários da família, e são quase todas florais ‘ , ri Zezinho.

Turíbio destaca que a intenção do projeto é se distanciar da ideia de museu ou galeria de arte, mesclando o passado ao contemporâneo.  ‘ Foi a forma que encontramos de manter a casa viva e com a assinatura da família ‘ , conta ele.

Os arquitetos participam da CASA COR há vinte edições e não imaginavam que, um dia, o evento aconteceria no casarão dos Santos.’      

                   

Acesse abaixo e leia, na íntegra, as edições impressa e digital da matéria.         

Sala de Estar | CASA COR

             

CASA COR Pernambuco
21 de setembro a 04 de novembro
Avenida Dezessete de Agosto, 1112  —  Casa Forte
terça a sexta | 16 h às 22 h
sábado | 13 h às 22 h
domingo | 13 h às 21 h
ingressos

                            


+ M A I S

apartamento

apartamento

02 . fevereiro . 20


A atmosfera arrojada e leve dá as cartas na ambientação de um antenado apartamento em Lisboa

casamento | cenografia

casamento | cenografia

20 . janeiro . 20


A praia de São Miguel dos Milagres, em Alagoas, é o cenário para uma festa de casamento


zezinho . turibio . santos . arquitetura . avatar . png . 120 . 90 . a