CASAMENTO | CENOGRAFIA

área  :  2095.00 m²  |  ano  :  2016  |  Várzea  :  Recife


Arte, flores, antiguidades e formas arrojadas  —  a atmosfera atual, em suave harmonia com a arquitetura do Instituto Ricardo Brennand, faz a cena para uma festa de casamento.

A passarela e as flores brancas  —  rosas, minirrosas e hortênsias  —  são as estrelas no local da cerimônia, a capela de Nossa Senhora Graças, fazendo delicada composição com os vitrais e peças de época. Na mesa do altar, toalha em renda antiga de acervo familiar.

A arquitetura para a festa  —  realizada na Galeria do Instituto  —  envolve uma série de fatores práticos e logísticos. A cenografia, mais do que a decoração com arranjos e flores, requer planejamento: a área é zoneada, o cerimonial é examinado e os espaços são analisados.

A sala de entrada  —  foyer da Galeria  —  ganha mesa em couro dourado riscada sob medida para abrigar o bolo, desenhado especialmente para a festa com hortênsias de açúcar e petit-pois. Atrás da mesa, painel dourado e luminária gigante em alto-relevo. Na parede oposta, a impactante composição de hortênsias abriga a mesa de doces de Lucinha Cascão.

A sala principal da Galeria acomoda as mesas para o jantar e o dancing. As mesas apresentam toalhas em pois estampadas especialmente para a festa em bege e branco. Ao centro, arranjos em rosas, minirrosas, hortênsias e lisiantos. As capas das cadeiras em organza são produzidas sob medida. A capacidade é para 340 pessoas sentadas, em 29 mesas redondas e três mesas retangulares.

+ saiba mais

A cenografia  —  em uma atmosfera arrojada e sofisticada  —  envolve a sala com arranjos suspensos em hastes lilases e uma grande parede em tecido com luminárias em baixo-relevo. A peça é revestida em gorgorão e o fundo dos abajures gigantes, em couro dourado. O efeito de iluminação, assim como a luminotécnica de toda a festa, é de Mano Som.

A área externa ganha uma ampla extensão projetada para festa, em um agradável lounge ao ar livre. No terraço, mesas rústicas em madeira para o café e licores fazem par com peças do acervo do Instituto.

Pin It on Pinterest

Share This