CASA COR

área  :  42.00 m²  |  ano  :  2005  |  Recife


A sala de leitura  —  design, regionalismo e arte no projeto para a nona edição pernambucana de CASA COR, a maior mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do país.

A base para a arquitetura do espaço é o piso, em ladrilho hidráulico  —  peças feitas com cimento, e fabricadas por meio de um processo artesanal de prensagem que utiliza água, na prensa hidráulica.

É uma técnica sobre a qual não há registro extenso  —  existem alguns livros, há alguma informação na internet, mas, de forma geral, quem a domina aprendeu com outra pessoa: é uma arte que é passada através das gerações.

Os ladrilhos são altamente resistentes e a sua fabricação, dependendo do desenho, pode levar meses. Bastante usados em construções brasileiras no passado, caíram em desuso no final do século XX, chegando mesmo a ser considerados cafonas.

+ saiba mais

o espaço antes das obras

A arquitetura para a Sala de Leitura na CASA COR procura mostrar que ladrilhos podem ser tão atuais quanto qualquer outro material de acabamento. Além disso, apresenta uma releitura moderna da tradicional casa pernambucana  —  móveis antigos, clássicos que podiam estar em qualquer casa de engenho, aparecem ao lado de peças de design arrojado e atual.

A estante  —  da linha Verso  — , a escrivaninha, o sofá Modula e a chaise Duna são da Florense. As peças e objetos são da LS Artes, de Marcos Machado Ambientações e da Oficina Brennand. Nas paredes, a quintessência da sala pernambucana — coleção de telas de Reynaldo Fonseca.

Pin It on Pinterest

Share This