APARTAMENTO

área  :  250.00 m²  |  ano  :  2011  |  Recife


Arte, artesanato e design de ponta aliam-se na arquitetura para uma morada de pegada pernambucana e atmosfera globalizada.

A área é de 250.00 m². Uma reforma adapta o layout e a arquitetura original do apartamento às necessidades e preferências de um casal que aprecia arte contemporânea e artesanato pernambucano, assim como o que há de melhor em design pelo mundo.

Na reforma, o piso em granito existente é mantido  —  e passa a contracenar com uma paleta de branco, cinza-claro, prata, dourado e vermelho. Os ambientes passam a ser climatizados, e o forro em gesso é inteiramente redesenhado. A luminotécnica é assinada pela nossa equipe.

A pegada atual e limpa da arquitetura é a base para um mix sofisticado e antenado na ambientação. No hall de entrada, a cadeira-escultura de Eudes Mota  —  da série Confessionário  —  dá as boas vindas. As salas de estar, living e jantar formam um ambiente amplo e integrado, em um layout que se abre para a vista do mar.

+ saiba mais

O aparador em madeira de demolição e aço  —  riscado sob medida  —  apoia a coleção de esculturas de José Bezerra. Na parede, obra de Eudes Mota, de sua série Cruzadas. À esquerda, o design estrelado aparece na poltrona UP 5, de Gaetano Pesce para a B & B Italia. À direita, a descolada cadeira Chair One  —  do alemão Konstantin Grcic para a Magis  —  ladeia a luminária Fortuny PA, da Montenapoleone.

No living, as poltronas e mesa da Italica Casa aparecem em uma mistura fina de prata, aço e espelhos, fazendo um jogo neutro em frente à paisagem da orla. Na parede, obra de Claudio Cretti. As irreverentes banquetas Bonze  —  de Philippe Starck para a XO  —  aparecem em suas versões prata e dourada, ao lado da mesa em espelho, riscada pela nossa equipe. Sobre a mesa, escultura em couro e inox de José Paulo.

Ao lado do aparador em madeira, a tela de Paulo Meira  —  uma inusitada página de caderno em branco  —  faz par com as cadeiras antigas, de acervo familiar. Sobre o aparador, a luminária em acrílico Hope, da italiana Luceplan. O carpete cinza-claro dá unidade aos ambientes, em uma sofisticada composição de tramas e texturas. A atmosfera cool e arrojada é arrematada por peças da Desenho Design  —  como os bowls em inox sobre a mesa de centro e o coração em louça vermelha, sobre o aparador.

A sala de jantar apresenta mesa redonda em inox e vidro ladeada por cadeiras Mr. Impossible, em acrílico, de Philippe Starck para a Kartell. A cena jovem e sofisticada é marcada pela liberdade de composição. O aparador em laca branca e vidro contracena com peças de acervo familiar, como o serviço em prata. Na parede, mais uma tela de Eudes Mota. Ao lado, a escada rústica em madeira abriga de uma boneca do Vale do Catimbau a garrafas em cristal. Arrematando o ambiente, um manequim antigo de alfaiataria.

A aconchegante sala íntima de áudio e vídeo segue a batida de irreverência e design. O confortável sofá em camurça cinza-claro aparece à frente do móvel de equipamentos, em vidro e laca preta. A parede é revestida em painéis de vidro negro. A divertida luminária Mickey, de Fernando Akasaka, faz par com a tela de Gil Vicente, e o tapete preto contrasta com o colorido das banquetas La Bohème, de Philippe Starck para a Kartell. Os instrumentos musicais da família arrematam a ambientação.

 

Pin It on Pinterest

Share This